Primeiro CD de Chico César, lançado originalmente há 25 anos, “Aos Vivos” projetou o artista para muito além de sua cidade natal, Catolé do Rocha, na Paraíba. No próximo dia 27 de março, sexta, Chico revisita o repertório desse disco, numa única noite no Teatro Rival. Marca na agenda e vem!

“Aos Vivos” quebrou paradigmas e provou que o popular e o conceitual podem render uma combinação perfeita, lotando teatros, festivais e praças públicas. O disco trazia registros ao vivo, de voz e violão, para “Mama África” e “À primeira vista, hoje clássicos do repertório do compositor. Gravado em 1994 e lançado um ano depois, o CD contava com as participações de Lenine e do guitarrista Lanny Gordin).

Sobre esse novo encontro com o Rival, Chico diz: “Revisitar “Aos Vivos” no Teatro Rival no ano em que esse meu primeiro disco, gravado originalmente de voz e violão, completa 25 anos tem para mim um significado muito especial. Foi nesse mítico espaço que me apresentei pela primeira vez no Rio de Janeiro. Nele foi acolhido com muito carinho e profissionalismo por uma efusiva Ângela Leal e sua filha bem jovem, ainda adolescente, Leandra Leal. Essa chegada me ajudou muito a entender a cena carioca que se abria para mim e pra minha geração, num misto de afeto e rigor. É muita emoção renovada poder tocar em meu primeiro palco carioca as canções que me tornaram conhecido.”

Clique aqui e leia mais sobre “Aos Vivos” e ouça nas plataformas.

Serviço
Teatro Rival Refit
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro.
Data: 27 de março (sexta-feira).
Horário: 19h30.
Abertura da casa: 18h.
Ingressos: R$90 (inteira), R$45 (lista amiga), R$65 (promoção para os 100 primeiros pagantes).
Venda antecipada pela Eventim
Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h
Censura: 18 anos.
https://www.teatrorivalrefit.com.br/.
Informações: (21) 2240-9796.
Capacidade: 350 pessoas.
Metrô/VLT: Estação Cinelândia.
*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Assinantes O Globo e Funcionário Refit